20200212_113756

Entre 12 e 15 de fevereiro, a empresa foi representada em Nuremberg, na Feira Biofach

O IBD Certificações participou de mais um evento internacional. Desta vez, a empresa participou da Feira Biofach 2020, a qual visita regularmente desde 1996. Trata-se de importante feira de alimentos orgânicos, que visa facilitar o comércio de produtos e parcerias comerciais na área, fazendo ponte entre os mercados Europeu e mundial com o Brasil.

O evento foi sediado no Exhibition Centre Nuremberg (Centro de Exibição de Nuremberg, na tradução literal).

Neste ano, foram quase  3.800 expositores, com 50.000 visitantes. Pelo estande do IBD, número 220, corredor 8, passam dezenas de pessoas buscando certificação para vender orgânicos no Brasil e outras procurando empresas brasileiras para comprar matéria-prima.

O IBD opera em mais de 30 países, não somente com o protocolo de certificação orgânico, mas com o Fair Trade (Comércio Justo), Não OGM (Não Transgênico) e outros protocolos de sustentabilidade, como o RSPO - Roundtable on Sustainable Palm Oil (Mesa Redonda de Óleo de Palma Sustentável, na tradução literal) e Rainforest Alliance (Aliança pela Floresta Tropical) .

Além de facilitar a troca de parcerias, a feira também proporciona diversas informações importantes sobre os produtos e a exibição de marcas e companhias importantes do setor. A feira conta com robusto programa de palestras, onde foram debatidos temas como mudança climática, mercado de orgânicos, tecnologias e tendências. 

Segundo a IFOAM (Federação de Movimentos de Agricultura Orgânica), o mercado orgânico ultrapassou os U$100 bilhões de faturamento no ano de 2018, com mais de 2,8 milhões de produtores, e 71,5 milhões de hectares. Somente 16 países conseguem cultivar de forma orgânica mais de 10% de suas superfícies agrícolas. A média global de cultivo orgânico é de 1,4% da superfície cultivável total do planeta.

Constata-se, com estes resultados, que paradigmas de produção, barreiras tecnológicas e novos desenvolvimentos contribuem para a aceleração desta forma de produção, cada vez mais parte do desejo popular. Segundo a Organis, aproximadamente 19% dos consumidores nas capitais do Sul e Sudeste brasileiro já consomem orgânicos regularmente. 

Segundo Alexandre Harkaly, diretor executivo do IBD, quando o consumidor descobre os reais valores do produto orgânico, ele tende a se transformar em um consumidor fiel e cada vez mais comprometido com o fomento e consumo destes produtos. “O orgânico é ‘amigo’ do ser humano e da natureza, corresponde à imagem ideal de consumo: economicamente viável, socialmente justo, sustentável, saboroso e seguro. Para se tornar produtor orgânico, o produtor ou indústria devem participar voluntariamente de programas de garantia de qualidade orgânica. Sua produção passa a ser monitorada e, assim, no mercado os orgânicos aparecem com o selo Brasil Orgânico”, ressalta o diretor. 

Serviço
IBD Certificações
ibd.com.br
(14) 3811-9800
@ibdcertificacoes
Rua Amando de Barros, 2275, Centro - Botucatu


assessoria de imprensa assessoria de comunicação comunicação integradamarketing digital